Foto: Divulgação

Nas vésperas da final da Copa Libertadores, o ex-jogador Ronaldo Fenômeno defendeu o trabalho do técnico Renato Gaúcho, alvo de críticas da torcida e imprensa. Declarado torcedor do FlamengoRonaldo Fenômeno, ao longo de sua vitoriosa carreira, não chegou a vestir a camisa do clube do coração.

O ex-atacante foi convidado para estar ao lado de São Marcos e Léo Moura em evento da Libertadores nesta quinta (25), e o Fenômeno fez questão de falar sobre a história de Gabigol com o Manto Sagrado, mas não colocou entre os ”top 11 dos melhores jogadores da história do rubro-negro.

“Me perguntaram se o Gabigol estaria no 11 ideal histórico do Flamengo. Eu, apesar de admirar muito a capacidade goleadora que ele tem, a garra, que ele se identifica muito bem com o Flamengo, mas eu não colocaria ele de titular no 11 ideal histórico, porque eu colocaria o Nunes, talvez o Adriano. Foram jogadores extremamente importantes, apesar de que os números do Gabigol são espetaculares”, disse Ronaldo.

O atual camisa 9 é o artilheiro da competição continental com 10 gols. Para a final da Libertadores, Ronaldo Fenômeno apostou na vitória do rubro-negro em 3 a 0 contra o Palmeiras. A final ocorre neste sábado (27), às 17h horário de Brasília.

SRN

Twitter: @pabloraphaelrua

Comentários do Facebook