Pela 4° rodada da Libertadores, o Flamengo empatou o Talleres por 2 a 2 na Argentina com gols marcados por Arrascaeta e Pedro. A equipe do Paulo Sousa foi pragmática e contou com as qualidades individuais de seus jogadores para conseguir o 1 ponto fora de casa em um jogo de uma grande bagunça tática. Vamos às análises:

| Arão – Infelizmente o Arão se torna uma das peças mais usadas da zaga por conta da rotatividade de lesões naquele setor. Mas o camisa 5 falha no posicionamento como defensor e hoje foi mais uma de vários erros dele, o terceiro gol contra seguido da equipe. 4,0

| Isla – A maioria dos gols que o Flamengo sofre são pelo lado direito. Apesar de uma assistência do Chileno, um dos gols foi falha do setor direito defensivo em conjunto com o Arão. 4,5

| F. Luís – A equipe também sofreu pelo lado esquerdo. No modo geral, todo sistema defensivo foi mal e cederam incríveis 12 finalizações ao Talleres, consequência de muitos buracos entre as linhas. 5,0

| Andreas – Não conseguiu manter um equilíbrio tático. Apesar de ir bem ao ataque em alguns momentos, Andreas falha como volante em proteção a zaga. 5,5

| Arrascaeta – Apesar das linhas ofensivas também não conseguirem fazer um bom jogo, Arrascaeta como sempre manteve sua média aceitável na partida e conseguiu marcar um belo gol de puro talento individual. 7,0

| Gabigol – Cresceu no segundo tempo, ainda mais quando Pedro entrou e o camisa 9 teve liberdade para flutuar na intermediária. Deu uma bela assistência. 6,5

| Bruno Henrique – Uma noite muito ruim do camisa 27. Bem marcado, não conseguiu explorar a velocidade pela esquerda e nem ganhar linhas ofensivas. 5,0

O Flamengo precisa reencontrar as boas atuações, a última foi contra o Palmeiras há 4 rodadas atrás. A equipe tem margem para evolução e está estagnado coletivamente. Além do Paulo Sousa, o DM tem que ser cobrado (faz tempo).

Comentários do Facebook