Foto: Reprodução

Após mais um mal desempenho, novamente o lateral-esquerdo recebeu ofensas na internet e, dessa forma, Renê pensa em entrar na justiça. O fato voltou a se repetir após a derrota para o Fluminense no sábado (23) por 3 a 1, partida em que o lateral fez o único gol do Fla. No entanto, o lateral foi vaiado quando foi substituído.

Em nota oficial publicada no blog do jornalista Mauro Cezar, no portal UOL, a assessoria de imprensa de Renê não poupou críticas aos ataques sofridos pelo lateral: “Lamenta profundamente saber que ainda existam ‘pessoas’ promovendo esse tipo de atitude e pensamento amparadas pelo anonimato da internet”. Agora, Renê pensa em entrar na justiça para punir aqueles que o ofenderam por conta de sua origem nordestina.

Vice Presidente Jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abrantes também falou com o jornalista. Dessa forma, o dirigente do Mengão detonou os torcedores que escreveram os ataques nas redes sociais: “Essa é uma violação dos direitos do Renê, depende da vontade dele de agir judicialmente. Assim como colaboramos com outros atletas que precisaram de suporte, estamos aqui para ajudar no que ele quiser. A dificuldade nesses crimes de ódio é identificar o ofensor. Os jogadores sabem que podem contar com a gente”. 

Antes, durante e depois do confronto, Renê foi muito criticado pela atuação dentro de campo. Nesse sentido, alguns torcedores preferiam que Ramon fosse titular na equipe de Renato Gaúcho. No entanto, as reprovações passaram do tom, especialmente ao atacar a origem do lateral. A maioria dos xingamentos incluíam o termo pejorativo “paraíba”, algo que já foi alvo de diversas investigações da torcida.

Se inscreva no canal do Youtube do Urubu Interativo!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui