Cria do Ninho, Vinicius Jr. continua aparecendo na lista de Tite e está quase garantido na Copa do Mundo. Foto: Wagner Meier
Cria do Ninho, Vinicius Jr. continua aparecendo na lista de Tite e está quase garantido na Copa do Mundo. Foto: Wagner Meier

Em meio as polêmicas geradas pelo ato racista de um empresário espanhol em programa de TV, o técnico da Seleção Brasileira, Tite, se manifestou pela primeira vez sobre o caso, nesta quarta-feira(21) , após o treino  no Stade Océane, em Le Lavre, na França. O comandante quebrou o protocolo e leu uma “carta” escrita por ele e pela comissão técnica em apoio ao jogador:

   “Demorei a me manifestar publicamente. Eu não tenho por hábito e só o fiz depois que tive consenso de toda a comissão técnica da Seleção Brasileira. E ela é sempre respeitosa ao adversário. É de Vini, e não só o Vini, mas para todos os atletas: Vini e todos os atletas, que vocês sigam levando seu talento e arte para aqueles que amam futebol. Drible, dance, brilhe e siga sendo você e sua essência sempre.

     Essa é a essência. Ela é da alegria, da vibração, da comemoração. E eu mostrei o jogo contra o Chile, no Maracanã. Eles fizeram a dancinha juntos e não há desprezo contra o adversário. Não há quando teve o gol lá contra a Bolívia, teve a “dança do Pombo”. Eu sei quando é de provocação e quando é um ato bonito, de alegria. Que eles sigam sendo alegres como são”, completou.

Sampaoli rasga elogios a Arturo Vidal

SRN

Sílvia Lima

Comentários do Facebook