Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Flamengo visitou o Goiás na noite desta quinta-feira e, mesmo depois de abrir 2 a 0 no placar, o time bobeou e sofreu o empate nos últimos cinco minutos de jogo e saiu com um ponto somado do Serra Dourada. Para o comandante rubro-negro, faltou concentração no jogo, e que não há cansaço no elenco rubro-negro.

“Nossa metodologia de treino e jogo é essa, não quer dizer que está certa, mas é assim que pensamos. Em qualquer lugar do mundo que a gente for vai ser assim. Estamos acostumados a jogar de 3 em 3 dias, estamos acostumados a fazer rotatividade da equipe”.

O português não gostou da falta de concentração do seu time e reclamou da bobeira que o Flamengo deu no fim do jogo.

“Muita discussão com os adversários, estávamos ganhando de 2 a 0 e estávamos de muito papo com o adversário. Tínhamos que nos concentrar e isso não aconteceu”.

No fim do jogo, o atacante Gabigol e o volante Willian Arão discutiram, ainda no campo de jogo. Perguntado sobre o assunto, o treinador aliviou e disse que é a adrenalina do jogo, pois o time havia sofrido cinco gols no fim da partida.

“Tu sofres dois gols nos últimos cinco minutos e todo time fica estressado. Normal nessa equipe, todos tem opinião, todos cobram uns aos outros, não foi mais que isso (a briga). Foi o calor do jogo. Futebol é muita adrenalina no momento”.

Comentários do Facebook