Foto: Reprodução

Maior ídolo do Flamengo antes de Zico, Zizinho completaria 100 anos nesta terça-feira (14) se estivesse vivo. Nascido em São Gonçalo (RJ), o meia direita começou sua carreira no Mais Querido, onde ajudou na conquista do primeiro Tricampeonato Carioca da história do clube (1942-43-44).

Além disso, Zizinho também conquistou o Carioca de 1939, e está no top-10 dos maiores artilheiros do Mengão. O meia-direita é o nono da lista, com 145 gols em 318 jogos. Apesar da saída polêmica em 1950, o jogador foi considerado o maior ídolo do clube até o surgimento de Zico.

Nesse sentido, Mestre Ziza, como era conhecido, ajudou simplesmente o Galinho e Gerson, o Canhotinha de Ouro, no início da carreira. O eterno camisa 10 da Gávea apenas ouviu histórias do seu pai sobre Zizinho, e quando estava nas categorias de base do clube revelou uma conversa que teve com o técnico do Bangu na época:

“Uma vez ele me chamou e falou assim: ‘Garoto, sei que você está no Flamengo, aquele time lá é diferente. Aquela camisa, assim como endeusa, ela derruba. Tem dias que não está dando certo, a bola bate na canela, você não está jogando como quer. Então, sai correndo dentro do campo, dando bico, carrinho, luta, porque a torcida gosta de jogadores que têm brio” – contou Zico em entrevista à ESPN.

Zizinho foi o Pelé de Pelé

Do mesmo modo, na época em que jogou no Flamengo (entre 1939 e 1950), o talento de Zizinho encantou um garoto que sonhava em ser jogador de futebol. Em 1958, esse mesmo menino marcou contra a Suécia na final da Copa do Mundo e trouxe o primeiro Mundial para o Brasil. Ídolo de Pelé, o Mestre Ziza foi considerado o maior de todos os tempos no futebol brasileiro até a chegada do Rei.

De acordo com o jornalista João Máximo, “Pelé disse e Dondinho (pai de Pelé) também dizia o quanto a técnica do Zizinho foi importante para fazer com que o Rei começasse a batalhar para buscar também seus dribles, mostrar sua genialidade”, disse ao Lance.

Para outro jornalista contemporâneo da época dos dois craques da bola, José Maria de Aquino destaca essa reverência de Pelé, e coloca Zico ao lado dos dois:

“Se você me perguntar se ele era um bom jogador, basta eu responder que o sonho do Pelé era ser Zizinho. Todo mundo já ouviu isso aí. Não é mentira. É uma verdade. Quando jovem, Pelé queria ser Zizinho. Evidentemente ele o superou, mas eu coloco o Zizinho logo em seguida, como segundo maior jogador do Brasil. Zizinho e Zico, juntos” – disse Aquino à ESPN.

Apesar do Maracanazo com a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1950 no Brasil, o Mestre Ziza foi eleito o melhor jogador daquele torneio. Infelizmente, nascido como Thomaz Soares da Silva, Zizinho faleceu em 2002 aos 81 anos, em Niterói, por causa de problemas no coração.

Twitter: @Victor_Andrade4.

Veja mais:

Olimpia é multado por ofensas racistas contra o Flamengo na Libertadores

Quer receber as notícias em seu whatsapp? Sim? Então, salve o nosso contato: (21) 97876-5385 e mande uma mensagem para nós!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui