Rival na próxima terça-feira do Mengão, pela Taça Libertadores da América, o Racing-ARG perdeu hoje a quarta partida seguida na Copa da Liga Profissional, que é um torneio criado pela AFA (Associação de Futebol Argentino) para tampar o buraco dos times locais, dado que o Campeonato Argentino segue suspenso. Sem grandes possibilidade de se classificar no grupo A da competição, o time argentino optou por poupar seus principais jogadores visando a partida contra o Flamengo, que será disputada no estádio Presidente Perón (El Cilindro), e colocou a equipe sub-23 para o confronto.

No norte da Argentina, a equipe albiceleste perdeu mais uma vez para o Atlético Tucumán por 2×0, mesmo algoz no qual havia sido goleado, no inicio do mês,  por 4×1 atuando em casa. Com a derrota, o Racing continua sem pontos enquanto o Tucumán chegou a 12 pontos no grupo. Arsenal de Sarandi e Union Santa Fé se enfrentam amanhã, caso haja um vencedor do duelo, o Racing estará eliminado do torneio.

O clima nos bastidores do Racing é muito tenso, já existe uma grande discussão para a demissão do técnico Sebastian Becaccece. Além disso, o ídolo e atual dirigente do clube Diego Milito já deixou claro que irá pedir demissão do cargo no início de dezembro. Se as coisas não andam bem do lado rubro-negro, as notícias sobre o rival argentino, nas oitavas de final da Libertadores, são ruins quanto as do Mais Querido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui