Marinho
Gilvan de Sousa/CRF

O Flamengo é um time no qual seus torcedores são simplesmente apaixonados pelo Clube. Isso se mostra nas conquistas e até nas críticas. Aliás, o Rubro-Negro leva isso a dimensões nacionais. Nesse sentido, o atacante Marinho, que chegou ao Clube em janeiro, como primeiro reforço da temporada, falou sobre a representatividade do Flamengo e as dimensões que o Clube consegue alcançar.

Em entrevista ao portal “UOLesporte”, o jogador não escondeu que está encantado e surpreso com o tamanho do Clube carioca.

“Além dos jogadores que temos e da dimensão do que é o Flamengo, entender isso é gigantesco. É um privilégio muito grande. É incrível ver o que é a torcida do Flamengo. Em qualquer cidade só tem flamenguista. Falo pela minha cidade. Meu pai andava com camisa do Flamengo o tempo todo, minha sobrinha mal nasceu e já tinha roupinha. Minha casa respira Flamengo. Realizar esse sonho e estar aqui é muito incrível. Tudo respira Flamengo no Rio e no Brasil”, disse Marinho, que continuou…

“Viver e respirar isso é incrível. Paro no sinal e vejo as crianças vendendo bala com a camisa do Flamengo. Eu acho muito incrível o que o Flamengo representa para quem joga e para o torcedor. Temos de fazer mais do que o máximo. Sentir o torcedor vibrar e cantar nos move. Eu me arrepiei entrando em campo com a torcida no Maracanã”, finalizou.

Adaptação de Marinho

A princípio, Marinho foi contratado por aproximadamente 7 milhões de reais. O jogador não vem sendo utilizado como titular, mas é uma peça importante para Paulo Sousa na temporada. Entretanto, o treinador chegou a deixar Marinho sem jogar, pois estava com dificuldade de entender as exigências táticas da equipe.

Em suma, com Marinho à disposição, o Flamengo encara a primeira partida da final do campeonato carioca nesta quarta-feira. Nesse sentido, o Rubro-Negro  pega o Fluminense, às 21:30h, no Maracanã.

Twitter: @diego_alarconf

 

Comentários do Facebook