Diante de 65 mil pessoas no estádio, o Flamengo não foi páreo para o Galo, no duelo entre Tite e Luiz Felipe Scolari, dois velhos conhecidos que protagonizaram cena bonita com abraço antes da partida. Tite colocou para fora o sentimento com o resultado negativo.

 

– (Sensação de) carne queimada. Dói. Também criei expectativa. Sou ser humano. Na medida que a equipe cresceu e teve resultados, claro, cresceu a minha expectativa. Estou chatedo, sim, mas isso é do jogo. Eu tenho parcela, sim, não vou me isentar. Cada um tem a sua responsabilidade. A derrota foi contra um adversário direto, mas é preciso ter discernimento para entender tudo. (Fiquei) muito sentido – admitiu Tite, durante entrevista coletiva.

 

O treinador reconheceu a superioridade do adversário no duelo direto pela disputa do título Brasileiro.

– O Atlético-MG fez um grande jogo, e nós estivemos abaixo. Eu, enquanto técnico, abri (o time) e decidi por essa descompactação, com as modificações, para buscar o resultado. O jogo poderia decidir uma possibilidade de título. O poderio da equipe teve a influência do técnico. Foi em cima de um contexto. Não podemos desmerecer o Atlético-MG, que foi muito efetivo. Fez o segundo gol no começo do segundo tempo. Todos os momentos são decisivos, mas esses iniciais são cruciais – comentou Tite.

 

Título ainda é possível?

 

– Vou falar o que eu sinto, o lado emocional. Não pensei que a atmosfera do Flamengo teria tanta energia. Hoje eu vi a equipe perdendo, e a arquibancada vocês viram. O time tentou até o final, algumas vezes descompactado. Mas não teve loucura, não teve expulsão. Eles deixaram tudo dentro do campo. Tiveram a intensidade e buscaram. Sim, teve desorganizado e muitos cruzamentos. Apressamos muito. Me senti orgulhoso de estar técnico do Flamengo e ver o torcedor cantando com tamanho orgulho do seu time. Eu olhava e sentia orgulho. Foi um apoio incondicional. Não peguem só uma parte dessa resposta, contextualizem. É óbvio que o torcedor está triste pela derrota e brabo com o treinador e os jogadores. Mas quando a torcida mostra o orgulho do seu time, é bonito.29