Sebástian Moreno, Presidente da Federação chilena de futebol, enviou uma mensagem de alerta sobre a final da Taça Libertadores entre Flamengo e River Plate, devido a crise social no país.

“A Conmebol está sendo informada do que está acontecendo. Domínguez ratificou que a final será realizada em Santiago e é muito importante que seja disputada, mas devemos levar em conta a realidade nacional. Há um compromisso de jogar a final no Chile, mas devemos ser realistas. Todos esperamos que tudo esteja normalizado, mas insisto: A realidade nacional é mais importante do que a realidade do Futebol”.

Protestos marcaram a revolta da população chilena neste fim de semana Foto: Reprodução/Instagram/Susana Hidalgo

Por outro lado, com relação à competição local, Moreno afirmou que “como futebol fazemos parte da engrenagem social do país e não esquecemos o que é vivido no Chile”. No entanto, ele também disse que “não é uma opção para suspender o torneio. Temos que poder terminá-lo, entendendo que há fatores de representação internacional”.

Enquanto os torcedores do Flamengo e do River, Vão agitando suas passagens e ingressos, sem saber ao certo como o curso dos eventos continuará, os líderes de ambos os clubes, de olho na situação social, se preparam  para viajar para Santiago.

Comentários do Facebook