políticos
Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

O Maracanã já viveu, vive e viverá muitos momentos em seu gramado. O Flamengo é responsável por grande parte dessa história. Contudo, ultimamente, o Maracanã tem sido palco não só de futebol, mas de disputas judiciais e agora com espaço reservado para políticos.

A princípio, segundo o novo edital para concessão do estádio, que valerá pelos próximos 20 anos, os políticos terão mais benefícios para usufruir das dependências do complexo. Nesse sentido, estamos falando dos camarotes do estádio. Portanto, a parte do edital que trata do tema, aumenta os privilégios aos políticos eleitos.

No molde atual da gestão, o governo do Rio de Janeiro tem reservado cinco cabines (além das tribunas de honra) para funcionários do Estado. Entretanto, na nova regra determinada para a concessão, este número sobe de cinco para sete camarotes.

Soma-se a isso, que a empresa responsável pela concessão do Complexo Maracanã terá que servir bufê a políticos e convidados nos camarotes destinados ao governo, sob custo de R$ 105,00 por pessoa. Além disso, 40 vagas de estacionamento e mais de 200 ingressos nas arquibancadas do estádio, junto a 60 ingressos para eventos no Maracanãzinho são dedicados aos políticos, também vão para o lazer dos convidados dos governantes.

Vale ressaltar que, atualmente, Flamengo e Fluminense administram o estádio de forma conjunta. Entretanto, o Vasco planeja entrar para ter uma fração da organização do estádio. O ganhador da licitação, então, será responsável por todo o complexo do Maracanã, que inclui também o ginásio do Maracanãzinho.

@diego_alarconf

Comentários do Facebook