VAR no Maracanã
Wesley Ramon

O jogo entre Flamengo e Athletico Paranaense terminou empatado por 0 a 0 mas, as polêmicas da arbitragem, questionadas por ambos os clubes, levaram a CBF a afastar o árbitro de campo, Luiz Flávio de Oliveira e Wagner Reway, responsável pelo VAR. As informações são da NetFla.

Dessa forma os áudios do VAR  foram divulgados pela Confederação Brasileira de Futebol. O Mais Querido reclamou de uma cotovelada de Fernandinho em Felipe Luís e cobrou o pênalti em cima de Léo Pereira : “Puxou a camisa para cima, pequeno contato ali e o jogador se joga. Sem impacto. Pode seguir, Luiz. Sem impacto.”

Assim como o Flamengo, o Athletico-PR reclamou de uma provável expulsão de Gabigol e Arrascaeta. O clube entendeu que Gabi teria dado um pontapé em Fernandinho e Arrascaeta teria “entrado” com as travas da chuteira em Erick. Tanto Gabi, quanto Arrasca, receberam o cartão amarelo.

” Deixa eu ver o contato acima, um pouco forte por trás. Ele retira o contato ali, já se jogou um pouco. Luiz, boa decisão, confirmado”, disse o VAR no lance de Arrascaeta.

As equipes voltam a se enfrentar no dia 18 de agosto, em Curitiba. Com o empate, quem vencer passa de fase e enfrenta o vencedor do confronto entre São Paulo e América Mineiro.

SRN

Sílvia Lima

Comentários do Facebook