Foto: Tiago Martins

Após a partida entre Flamengo e Cabofriense, neste sábado, pela Taça Rio, o vice-presidente de Futebol do Flamengo, Marcos Braz, falou com os jornalistas sobre a questão de Bruno Henrique, que foi parado numa Blitz na última sexta-feira e se negou a fazer o teste do bafômetro.

– Ele não quis fazer o bafômetro, nao estava se sentindo confortável, posterior a isso foi informado que teria um problema, que nao aparecia ali no sistema. Ele foi a delegacia, fez os procedimentos. Ele está chateado, mas está muito tranquilo. Agora é aguardar o que vai dar daqui pra frente isso aí.

Sobre a documentação apresentada o dirigente disse para ter calma e que vai esperar a perícia.

– Em relação a um documento falso, ainda é muito cedo, você passa por perícias, algumas situações. O atleta vai se colocar à disposição das autoridades para qualquer caso em que seja arguido. Ainda não solicitou ao Flamengo qualquer tipo de ajuda, mas se pedir será prontamente atendido. Se na frente tiver algum problema, aí veremos o que aconteceu.

Comentários do Facebook