Foto: Divulgação

Não é de hoje que Renato Gaúcho vem sendo pressionado pela torcida do Flamengo, que se mostra muito insatisfeita com a postura do treinador no comando do Rubro-Negro. Após o vice-campeonato da Libertadores diante do Palmeiras, neste sábado (27), o técnico pode deixar o clube a qualquer momento.

Alvo de diversas críticas no que diz respeito ao seu trabalho no Flamengo, Portaluppi, que tem contrato até o fim deste ano, não permanecerá no Rubro-Negro para a próxima temporada e pode ser que nem chegue a cumprir o contrato. Vários fatores contribuíram para a pressão sobre o treinador: a irregularidade do time no Campeonato Brasileiro, a eliminação na Copa do Brasil, e agora, a perda do título da Libertadores.

O próximo alvo da diretoria é o técnico Villas-Boas, que está livre no mercado desde que pediu demissão do Olympique de Marselha no início de 2021. Desde então, o treinador português rejeitou ofertas de clubes como o CSKA de Moscou, Dínamo de Kiev e Fiorentina. O entrave da negociação pode ser o salário que passaria de 3 milhões de reais.

DEMISSÃO DE RENATO PRÓXIMO! FLAMENGO TERÁ REUNIÃO NA PRÓXIMA SEGUNDA

A decisão da diretoria do Flamengo será tomada amanhã, antes do treino marcado para o início da tarde. O clube carioca tem mais quatro jogos até o fim do Brasileiro e a chances de conquista do título são remotas, e em caso de tropeço, pode ‘entregar’ o título ao Atlético já na próxima rodada.

Sendo assim, o Flamengo volta a campo na  próxima terça-feira (30) contra o Ceará, no Maracanã. A bola rola às 20h (horário de Brasília) em partida válida pela 26ª rodada do torneio nacional.

SRN

Twitter: @pabloraphaelrua

Comentários do Facebook