Ceni
Reprodução

A Copa do Mundo no Qatar está bem na porta para começar. O torneio de futebol entre seleções mais importante do mundo começará em Novembro e o Brasil, pode chegar a sua sexta conquista. Contudo, ao final da mesma, o técnico Tite, deixará o comando da seleção canarinho e com isso abrirá espaço para outro treinador. Nesse sentido, na visão de Rogério Ceni, o substituto poderia ser Dorival Júnior.

A princípio, ex-treinador do Flamengo e hoje, técnico do São Paulo, Ceni, ao ser perguntado se aceitaria o cargo na seleção, falou que existia nomes na sua frente e citou o comandante rubro-negro.

“Acho que temos técnicos, é o grande passaporte para um treinador, se faz necessário no Brasil, passar pela Seleção e ir para a Europa. Uma Copa do Mundo. Te dou exemplos. Dorival, que não me leve a mal, estou fazendo um elogio. Sessentão, experiente, relacionamento bom. Eu gosto da vida do clube, do dia a dia, preciso”, disse, antes de continuar:

Se me disserem: ‘Você tem que passar três semanas sem dar um treino’. Para mim não é muito legal. É mais divertido sofrer, gritar, ser criticado. Só de você fazer a pergunta eu já me sinto honrado e feliz. Mas tem outras opções mais experientes para a Seleção”, completou o treinador do time paulista.

Em suma, o nome de Dorival ganhou força entre torcedores e pessoas relacionadas ao futebol. Isso, desde sua chegada ao Flamengo, onde reorganizou a equipe, fez o bom futebol voltar e ajudou o time a chegar a duas finais: Copa do Brasil e Libertadores.

Twitter: @diego_alarconf

Comentários do Facebook