VAR
Reprodução

Segundo jornal “O Globo”, Ednaldo Rodrigues, novo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) continua com as reformulações dos quadros de arbitragem. As demissões foram informadas pelo também novo presidente da Comissão, indicado por Ednaldo, Wilson Seneme.

José Roberto Wright, um dos dispensados, que exercia o cargo de assessor da Comissão, lamentou em entrevista ao jornal: “Não deram muitas explicações e ele ( Seneme) foi muito incisivo. Não tinha porque demitir, a comissão era consistente, e acho que essa mudança radical é estranha”.

Alicio Pena Junior, Giuliano Bozzano e Edson Resende, corregedor da Comissão de Arbitragem permaneceram em seus cargos.

Comentários do Facebook