Fotos: Alexandre Vidal/Flamengo

Por Guilherme Ayupp

Fotos: Alexandre Vidal/Flamengo

Depois da histórica classificação do Flamengo à final da Libertadores, o clube volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro novamente. Liderando a competição 10 pontos à frente do Palmeiras, o rubro-negro pode conquistar os dois principais títulos da temporada no mesmo final de semana. Há inclusive a chance de vencer o Brasileirão antes mesmo de entrar em campo em Santiago, contra o River Plate em 23 de novembro.

Até lá, serão sete rodadas do Brasileiro em disputa. Com isso, ao chegar para a grande decisão no Chile, o torneio nacional terá alcançado 34 rodadas, restando apenas quatro para o seu encerramento. Hoje o clube detém 10 pontos de vantagem para o Palmeiras. Se os paulistas tropeçarem em alguma rodada até a grande decisão da Libertadores e a vantagem for ampliada para no mínimo 12 pontos, o Flamengo conquista o título no confronto contra o Grêmio, em 20/11, três dias antes da finalíssima.

Fotos: Alexandre Vidal/Flamengo

Há a chance inclusive de o rubro-negro levar o caneco sem sequer entrar em campo no final de semana da decisão do torneio continental. Isto porquê o clássico contra o Vasco, inicialmente marcado justamente para 24/11, foi antecipado para 13/11. O Fla ficará com uma rodada a mais até a 34ª. Se o Palmeiras se mantiver 10 pontos atrás, mas tropeçar nesta rodada, o Fla conquistaria o título sem entrar em campo. Caso isso não aconteça, com a vantagem atual, o rubro-negro seria campeão na rodada seguinte à decisão da Libertadores, contra o Ceará, em 27/11.

Depois de passar ileso pela complicada tabela e uma sequência de desfalques, o rubro-negro encarará até a decisão da Libertadores adversários em tese mais brandos nas próximas sete rodadas. Outro fator que favorece o rubro-negro é que destes sete jogos, apenas dois serão longe da torcida carioca, o Goiás (30/10) e o Grêmio (20/11). CSA (27/10), Corinthians (03/11), Botafogo (06/11), Bahia (10/11) e Vasco (13/11) serão no Rio de Janeiro.

Comentários do Facebook