Matheuzinho
Alexandre Vidal/CRF

O Londrina FC acusa o Flamengo de possível fraude no contrato de Matheuzinho e recorreu à justiça, acusando o Clube Rubro-Negro de “ato ilícito de omissão voluntária com indício de fraude”, segundo o jornalista Ancelmo Gois, em seu Blog.

O Mais Querido comprou metade do passe do jogador em janeiro de 2019, por R$1,2 milhão e o restante permaneceu com o clube paranaense até o fim do atual contrato. O jornal O Globo publicou, também, que o Londrina reclama de suposta tentativa do Flamengo em adiar a publicação do novo contrato do lateral.

O Rubro-Negro chegou a anunciar a renovação até 2025 com a compra de mais 30% dos seus direitos. O Londrina nega ter aceitado a venda desses direitos e cobra a publicação imediata da renovação do contrato.

Comentários do Facebook