Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Na manhã desta quarta-feira (24), a delegação Rubro-Negra desembarcou em Montevidéu, onde irá disputar a final da Libertadores contra o Palmeiras, no próximo dia 27. Nesse sentido, alguns integrantes da diretoria tem dado entrevistas às vésperas da decisão, como foi o caso do vice de futebol, Marcos Braz. O dirigente revelou que teria deixado o seu cargo no Mais Querido caso o clube conquistasse o título do Mundial de 2019.

Em sua fala, Braz deixou deixou claro que a competição é o grande objetivo dele como dirigente do Flamengo: “Meu sonho é ser campeão do mundo. Bati na trave. E, se tivesse sido campeão, eu tinha saído do Flamengo”, disse o vice-presidente de futebol ao portal GE.

Vale ressaltar que na ocasião, o Flamengo se classicou para o torneio ao ganhar do River Plate na final da Libertadores. Nesse sentido, disputando o Mundial de Clubes, a equipe Rubro-Negra venceu Al-Hilal, por 3 a 1, e foi derrotado para o Liverpool na decisão, com a partida sendo decidida na prorrogação.

Agora, o Flamengo está a um passo de retornar ao torneio. No entanto, a equipe comandada por Renato Gaúcho terá que bater o Palmeiras na decisão da Libertadores de 2021. A partida será realizada neste sábado (27), às 17h (de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu.

SRN

Twitter: @dioguinho_fb

Comentários do Facebook
Quer receber notícias do Flamengo em seu celular? Clique aqui para entrar em nosso grupo do whatsapp. Assim você sempre ficará informado(a) com as notícias do Mengão