Flamengo
Gilvan de Sousa/CRF

Não foi a noite que o torcedor Rubro-Negro  esperava. Nesse sentido, o Flamengo entrou em campo na tarde deste sábado para encarar o Athletico-PR, na Arena da Baixada. Como sempre, um jogo complicado nos domínios do time Paranaense, devido ao seu campo sintético e o Rubro-Negro  acabou derrotado pelo placar de 1×0.

Resumão

Paulo Sousa entrou com um time modificado contra os Paranaenses. Contudo, tentou manter as características como posse, intensidade, pressão na saída de bola do adversário. Com um jogo pouco efetivo e com as peças escolhidas por Paulo Sousa bem abaixo de rendimento, o Athletico-PR de Fábio Carille foi crescendo e se aproveitando de alguns erros coletivos e individuais do Flamengo. Primeiro, Terans acertou a trave em belo chute após receber de Vitinho. Depois, quando Cirino apareceu nas costas de Isla e sofreu pênalti, o mesmo Terans abriu o placar. Após o gol, o Furacão recuou, dando campo ao Flamengo, mas que não soube aproveitar.

No segundo tempo, o furacão tendo a vantagem no placar,  reforçou a marcação. Então, conseguiu segurar bem as investidas e ainda saiu com perigo em alguns contra-ataques, mas nada que fizesse Hugo trabalhar muito. O treinador do Mais Querido, mexeu no time e melhorou, colocando Andreas Pereira, Diego Ribas e Gabi, mas o empate não veio.

Apesar da derrota, o Flamengo agora precisa virar a chave para a Libertadores. O time é líder do grupo H com dois jogos e duas vitórias e vai ao Chile, encarar a Universidad Católica, pela terceira rodada da fase de grupos. O confronto será na próxima quinta-feira, às 19h00.

Twitter: @diego_alarconf

Comentários do Facebook