Renato Gaúcho - Gabigol
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

A declaração polêmica no jogo contra o Internacional de Gabigol não será motivo para gancho contra o atacante do Flamengo. Expulso na goleada de 4 a 0 sofrida pelos colorados, Gabi afirmou que o “o futebol brasileiro é uma várzea”.

Nesse sentido, denunciado pela afirmação, Gabigol não sofrerá suspensão e está livre para jogar. A informação foi divulgada pelo Vice Jurídico do Fla, Rodrigo Dunshee de Abrantes. De acordo com o dirigente, o atacante foi absolvido da acusação no STJD e, como já cumpriu a suspensão automática, agora pode jogar o Fla-Flu.

No entanto, resta saber se Gabriel Barbosa terá condições físicas para estar à disposição de Renato Gaúcho. Ontem, no empate em 2 a 2 contra o Athletico-PR, o atacante foi substituído por causa de dores no tornozelo. Nesse ínterim, Pedro entrou no lugar do camisa 9 e marcou de pênalti o segundo do Mengo.

Relembre o caso

Logo depois da derrota para o Internacional por 4 a 0, o árbitro da partida, Paulo Roberto Alves Júnior, explicou na súmula, os cartões dados a Gabriel Barbosa. O atacante rubro-negro foi expulso aos 17 minutos do segundo tempo, após “bater palmas de forma irônica, por diversas vezes, em direção ao árbitro”.

Além disso, o árbitro justificou a aplicação do cartão vermelho logo em seguida:

“Chutar a bola para longe ou carrega-la com as mãos depois de o árbitro ter paralisado o jogo – Com a partida paralisada, chutar a bola para longe em forma de protesto contra a decisão da arbitragem.”

“Por após receber uma advertência com cartão amarelo, bater palmas de forma irônica, por diversas vezes, em direção ao árbitro. o mesmo atleta, quando saia do campo de jogo proferiu as seguintes palavras: ” isso é uma piada! por isso que o futebol brasileiro é essa várzea!” – finalizou.

Twitter: @Victor_Andrade4.

Comentários do Facebook