Foto: Divulgação / Flamengo

A Conmebol abriu um processo disciplinar contra o Flamengo nesta sexta(20) após a vitória do Mais Querido, por 3X0, contra o Universidad Católica, do Chile. Entre as irregularidades estão: explosão de bombas no Setor Norte durante a partida, ausência de uso dos coletes por dois atletas, ausência do anúncio das escalações no telão do estádio e atraso no início da coletiva de imprensa.

Depois de substituídos, o volante Andreas Pereira e o atacante Gabigol, saíram de campo e se dirigiram ao banco de reservas sem o colete, ítem obrigatório pelas diretrizes da entidade.

Outro fator, foi os atleta e a comissão técnica terem realizado o tradicional jantar antes da coletiva do técnico português com o capitão Everton Ribeiro. Em geral, o  jantar ( ou almoço, dependendo do horário da partida) ocorre sempre após a coletiva de imprensa. A informação é do jornal O Dia.

O Flamengo espera a decisão da Conmebol e, caso não esteja de acordo com os termos, poderá recorrer da resolução.

 

SRN

Sílvia Lima

 

Comentários do Facebook