Foto: Flamengo

Aconteceu o de sempre na vitória do Flamengo, na tarde de hoje contra o Goiás por 1 a 0 com gol de Pedro: grande primeiro tempo e com boas transições e um segundo tempo com queda física e técnica. Por sorte, dessa vez, não sofremos gol no lance do Apodi, senão o roteiro dos jogos do Brasileirão iria se repetir. Parece que a vontade e concentração para a Libertadores e um e para o torneio nacional é outro.

ANÁLISE DOS JOGADORES DO FLAMENGO

| Pablo – Flamengo pouco sofreu no primeiro tempo, mas o lado que foi mais agredido foi o esquerdo onde estava Pablo e Ayrton. No entanto, o defensor fez um bom jogo de recomposição e apenas cometeu ‘falha’ na disputa com Apodi. 7,0/10

|Ayrton – Teve a dura missão de marcar um setor muito veloz da equipe adversária e fez de forma exemplar. Muito bem fisicamente e faz bem o papel tanto de 3º zagueiro, quanto de lateral mais ofensivo. 7,5/10

| Arão – Não comprometeu sendo o único volante da equipe. O camisa 5 se limitou a chegar no máximo na entrada da área quando era acionado no ataque, para ter físico para fazer o box to box. No geral, foi regular na partida. 6,5/10

| Arrascaeta – Atuou como 2° e 3°  homem do meio-campo. Jogou um pouco mais afastado da área para buscar a bola entre as linhas, já que a equipe estava sem um segundo volante da equipe. Discreto em relação ao que costuma ser nos jogos. 6,5/10

| Gabigol – Mais como um meia do que atacante, Gabi flutuou como um ponta-esquerda mais solto. Construiu a jogada do primeiro gol e foi bem nas articulações, longe da área, teve menos oportunidades para marcar. Fez um bom jogo em relação ao que foi pedido. 7,0/10

| Pedro – Um bom primeiro tempo e com gol. O camisa 21 marcou 4 gols nos últimos 5 jogos em que atuou e vive uma boa fase. Caiu de produção como toda a equipe no segundo tempo. 7,5/10

Paulo Sousa voltou a errar nas substituições. O Flamengo terminou com 4 volantes tendo Marinho, por exemplo, no banco. No geral, o mais importante foram os 3 pontos no Brasileirão que estava precisando.

SRN

Twitter: @pabloraphaelrua

Comentários do Facebook