Torcida do Flamengo protestando contra a diretoria em 2018. Foto: @_ppmoreira

Depois da divulgação dos preços dos ingressos para o jogo contra o Athletico-PR pela Copa do Brasil, as torcidas organizadas do Flamengo reagiram negativamente. Nesse sentido, a diretoria do Fla aumentou o valor da entrada para o Setor Norte, local tradicionalmente popular no Maracanã.

Dessa forma, as torcidas organizadas do Flamengo entraram em acordo e, em protesto, anunciaram que vão para o Setor Sul, excepcionalmente. Além disso, uma nota oficial também foi divulgada, com um teor de revolta entre os torcedores:

“Se o objetivo é afastar o torcedor dos estádios e teatralizar o futebol, parabéns! Vocês estão conseguindo!” – parte do trecho da nota oficial. A íntegra está no final da matéria.

Confira os valores dos ingressos para o jogo da Copa do Brasil que gerou revolta das organizadas do Flamengo:

Valores:

Norte:
Sócio-torcedor e meia-entrada: R$100,00

Inteira: R$200,00

Sul

Sócio-torcedor e meia-entrada: R$40,00
Inteira: R$80,00

Leste Inferior

Sócio-torcedor e meia-entrada: R$300,00
Inteira: R$600,00

Leste Superior

Sócio-torcedor e meia-entrada: R$200,00
Inteira: R$400,00

Leste Mais

Sócio-torcedor e meia-entrada: R$482,50
Inteira: R$900,00

Oeste Inferior

Sócio-torcedor e meia-entrada: R$250,00
Inteira: R$500,00

Maracanã Mais

Sócio-torcedor e meia-entrada: R$532,50

Inteira: R$1.000,00

Por outro lado, desde o retorno do público nos estádios, tanto o Flamengo quanto outros clubes no futebol brasileiro aumentaram o valor dos ingressos. Nesse ínterim, apenas o rubro-negro teve um prejuízo estimado em R$ 14.060.628,59, de acordo com o UOL.

No entanto, a pandemia da COVID-19 não atingiu financeiramente somente os clubes de futebol. Somente em 2020, o PIB (Produto Interno Bruto) encolheu 4,6%. Do mesmo modo, recentemente a inflação voltou a atormentar a vida do brasileiro, podendo chegar a marca de 8,9% no final deste ano. Ou seja, o poder de compra da população também diminuiu.

Por fim, o debate sobre a elitização no futebol, mais especificamente no Flamengo, volta com força. Porém, dessa vez em um contexto de fortes impactos econômicos para o cidadão, enquanto o Fla, mesmo com prejuízo nas bilheterias, pode ter superávit de 1 bilhão de reais nas finanças do clube.

Twitter: @Victor_Andrade4.

Comentários do Facebook