Dorival
Gilvan de Sousa/CRF

Dorival Júnior, técnico do Flamengo , disse que “ouviu o coração” ao aceitar o convite para treinar a equipe carioca pela 3ª vez em sua carreira. Em entrevista coletiva concedida após o título da Copa do Brasil sobre o Corinthians, conquistado na noite de ontem dentro do Maracanã, o treinador ainda revelou que teve uma conversa com a irmã em que tinha a certeza de que retornaria ao clube.

“Coincidentemente, hoje minha irmã me mandou uma mensagem: há dois anos e meio atrás, ela estava na minha casa e falei para ela que voltaria um dia ao Flamengo — e que eu voltaria para conquistar alguma coisa. Falava isso porque tinha uma certeza comigo”, iniciou Dorival.

“Não sabia quando aconteceria e nem tampouco que seria esse ano. De repente, apareceu a oportunidade. Estava em uma situação até tranquila no Ceará, trabalhando com confiança e as pessoas acreditam no que estávamos fazendo. Quando surgiu a oportunidade, não pensei duas vezes: pela 1ª vez na minha carreira, ouvi meu coração”, prosseguiu.

“Fomos respaldados por toda a diretoria. Sob esse comando, começamos a fazer algumas alterações importantes internas e tentando propor algumas soluções ao grupo”.

Twitter: @diego_alarconf

Comentários do Facebook