Departamento Médico do Ninho do Urubu vai cuidar da joia da base - Paula Reis / Flamengo

O treinador português chegou ao Flamengo há exatos quatro meses e dez dias. Disputou 27 jogos e teve, ao todo, 29 desfalques. Desta forma o Mais Querido tem média de uma ausência a cada 4,4 dias, segundo o UOL Esportes.

De acordo com as divulgações oficiais do Flamengo, as ausências variam entre lesões (9), dores (7), procedimentos cirúrgicos (4), traumas (3), desgastes musculares (2), luxação, quadro viral, entorse e pubalgia. Por motivos médicos apenas dez atletas não precisaram de cuidados específicos: Hugo Souza, Matheus Cunha, Cleiton, Rodinei, William Arão, João Gomes, Everton Ribeiro, Diego Ribas, Lázaro e Gabigol.

Mesmo com as críticas, o treinador português saiu em defesa do Dr. Tannure, quando questionado sobre o assunto. Em entrevista, declarou: “Olhando hoje para o DM, não há um grande número de jogadores que precisam recuperar. Há um trabalho sendo feito, acreditamos muito no trabalho do Dr. Tannure, os recusrsos humanos são bons e refletimos todos os dias. Temos reuniões diárias, vejo uma procura e a confiança dos jogadores ao departamento médico”.

 

SRN

Sílvia Lima

Comentários do Facebook