O Flamengo iniciou hoje juntamente com o técnico Jorge Jesus, a briga por mais um título em seus currículos.  O Rubro Negro carioca enfrentou o Independiente Del Valle pela partida de ida da Recopa Sulamericana e venceu/perdeu.

O jogo começou como se esperado em locais com altitude, no caso de Quito, mais de 2800m acima do nível do mar, onde a equipe da casa começou com velocidade até os 7 min, enquanto o Flamengo se adaptava a partida e ao clima de 12 graus, mas logo depois o Rubro negro conseguiu ficar um pouco mais com a bola, porém sem ameaçar o time do Del Valle.

Aos 12 min o Del Valle teve a primeira chance de gol da partida, com   Franco, que carregou pela meia direita e rolou para a entrada da área, onde Faravelli bateu de primeira, mas mandou por cima do travessão. Enquanto isso, o Flamengo insistia em sair jogando mesmo com dificuldade na troca de passes, até que aos 19 minutos, através de uma falta feita por Gerson, o Del Valle abre o placar com uma bola no mínimo defensável do Diego Alves.

Após o gol, o time da casa veio para as jogadas verticais, enquanto o Flamengo tem a bola mais no campo do adversário, inclusive chegando a marcar com Bruno Henrique, isolado  o jogo todo no meio dos zagueiros. mas o bandeira assinalou impedimento ( bem duvidoso por sinal), que depois foi confirmado pelo VAR. O final do primeiro tempo ainda teve uma boa chance do Flamengo, também com Bruno Henrique, mas a primeira etapa fechou com vitória do time da casa.

Taça da Recopa Sulamericana. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O segundo tempo começa quente, com a entrada de Vitinho no lugar de Diego Ribas, o Flamengo buscando o jogo e o Del Valle tentando pegar a bola e pressionar para marcar o segundo gol. É um segundo tempo começando bem equilibrado, mas com o Fla um pouco melhor.

A entrada do Vitinho, que mesmo não sendo o mais querido da torcida, deu vida ao lado esquerdo do ataque Rubro negro, que passou a utilizar esse lado com mais frequência, coisa que não fazia no primeiro tempo. Além do mais, o atacante prendeu mais bola e teve duas oportunidades, tudo isso nos 15 primeiros minutos do segundo tempo. Já o Del Valle se defende e sai com perigo nos contra ataques.

Após esse ímpeto Rubro negro, o jogo se inverteu, com o Del Valle ficando mais com a bola, inclusive com uma chance clara perdida e o Flamengo no contra ataque , porém foi nesse momento, com o time de Quito melhor, que o Fla chegou ao seu gol, novamente com Bruno Henrique, dessa vez em posição legal, saiu da marcação e com um toque na saída do goleiro, empatou a partida, no entanto, o atacante Rubro negro no lance do gol, se chocou com o goleiro e saiu de maca, dando lugar a Pedro.

O jogo continua do mesmo jeito, O time da casa pressionando e o Flamengo inteligentemente com o contra ataque na mão, porém o Rubro negro não estava aproveitando os espaços deixados pelo Del Valle.

O jogo se seguia assim, até que aos 41 minutos do segundo tempo, Pedro inicia e conclui a jogada que termina em gol, o gol da virada Rubro Negra, com assistência do Everton Ribeiro. Pedro faz seu terceiro gol com a camisa do Flamengo e o 2×1 no final da partida, porém aos 44 minutos, Rafinha comete pênalti e o Del Valle empata com Pellerano.

BH sofre lesão ao marcar o primeiro gol do Flamengo. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Os últimos minutos foram de pressão do Del Valle, mas o jogo terminou empatado.

O Flamengo jogou bem, apesar da altitude e merecia um resultado melhor, já que o Gol do Bruno Henrique ao nosso ver, não estava impedido, o penalti do Del valle foi bem duvidoso, fora a falha do Diego Alves no primeiro gol Equatoriano.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Pelo o que vimos hoje, o Flamengo tem total condição e não deve ter problemas para levantar mais uma taça esse ano, já que mostrou ser melhor do que seu adversário na altitude, imagina no maracanã lotado e ao nível do mar?

A próxima partida será no Dia 26, quartas de cinzas no Maracanã.

Comentários do Facebook