pênaltis
Foto: Pedro Souza / Atlético

Foi um jogo digno de uma grande final. Flamengo e Atlético-MG protagonizaram uma partida cheia de gols e reviravoltas para definir o campeão da Supercopa do Brasil em 2022. O Rubro-Negro, que buscava o tri da competição, acabou sendo derrotado nos pênaltis por 8×7 e ficou com o vice do torneio.

Flamengo e Atlético-MG traçaram uma partida muito igual e com bastante equilíbrio na posse de bola. O Rubro-Negro criou as melhores chances para abrir o placar na primeira etapa, mas quem acabou marcando foi o Atlético, em falha do goleiro Hugo, rebatendo o chute de Arana nos pés de Nacho Fernandez, aos 41 min.

No segundo tempo, o Rubro-Negro voltou melhor e com apenas 10 min, empatou a partida. A virada veio aos 18 minutos com Bruno Henrique, que recebeu excelente passe de Lázaro e bateu na saída do goleiro atleticano. Contudo, aos 29 minutos, tudo igual novamente. Desta vez,com o atacante Hulk. O jogo persistiu igual até o fim do tempo regulamentar.

Em suma, nas penalidades, cada time acertou quatro, das cinco cobranças, levando para as penalidades alternadas.  Nesse sentido, pelo lado do Flamengo Willian Arão, Matheusinho, Fabrício Bruno e Hugo Souza perderam as penalidades e chance de dar o título ao Mais Querido.

Já pelo Atlético-MG, Guga, Everson, Mariano e Godín perderam as cobranças. Por fim, nas últimas penalidades, Hulk converteu e Vitinho desperdiçou. E assim, o Atlético-MG se consagrou campeão da Supercopa do Brasil nos pênaltis por 8 a 7.

Agora, o Flamengo volta ao Rio e tem o clássico contra o Botafogo no Estadual. O duelo será na próxima quarta-feira, às 20h, no Estádio Nilton Santos.

Twitter: @diego_alarconf

 

Comentários do Facebook