Bolsonaro
Reprodução

O estádio do Flamengo está virando realidade a cada dia que passa. O clube tenta viabilizar para que as obras começem e a casa rubro-negra comece a ser erguida. Nesse sentido, o Presidente Jair Bolsonaro falou sobre o tema durante sua visita a Inglaterra, onde foi ao velório da Rainha Elizabeth.

A princípio, em entrevista ao SBT, Bolsonaro se mostrou otimista para que o clube carioca comece a construir a “nova casa”. Mesmo a favor, o Presidente defende que o terreno não será doado.

“Apesar de eu ser dono, entre aspas, da Caixa, da minha parte, tem o aval positivo para seguirmos adiante”

Logo em seguida, o Presidente da República declarou que pretende fazer tudo que for possível dentro das normas da Caixa e da Legislação’ para viabilizar a construção do estádio do Flamengo.]

“Obviamente, não será doação porque a Caixa tem uma regra e eu não vou tentar interferir e fazer a coisa que outro ex-presidente (Lula) fez com outro time de futebol (Corinthians). Mas, tudo o que for possível fazer para o Governo Federal fazer dentro das normas da Caixa e da legislação, nós faremos”,  disse Bolsonaro.

Vale lembrar que a fala de Bolsonaro se remete ao caso do ex-presidente Lula. Este, por sua vez, viabilizou, em parceria com a empreiteira Odebrecht, a construção da arena do Corinthians, em São Paulo, hoje chamada de Neo Química Arena.

O novo estádio, no Gasômetro, região central do Rio de Janeiro, deverá contar com uma capacidade para um pouco mais de 100 mil pessoas. Nesse sentido, será o maior estádio da América Latina.

Twitter: @diego_alarconf 

Comentários do Facebook