Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo inicia nesta terça-feira (20) sua 5ª participação consecutiva na Taça Libertadores da América. Desde 2017, o Mais Querido é figura garantida na fases de grupos da competição, onde a sequência de participações é recorde na história do clube.

De lá pra cá, o elenco rubro-negro foi se tornando cada vez mais forte. Em 2017, o Flamengo era somente o 5º plantel mais valioso: atrás de Atlético/MG, Palmeiras, Grêmio e River Plate.

Com o passar dos anos, o Mengão foi ganhando posições neste ranking . Em 2018 e 2019, o clube se tornou o 3º elenco mais caro, ficando atrás somente de Palmeiras e Boca Juniors. Após a conquista da Libertadores em 2019, o Mais Querido tomou a dianteira e se tornou o principal plantel da América em 2020 e isso se repete em 2021.

Confira os elencos mais caros da América do Sul, desde 2017:

2017

1º – Atlético/MG – R$ 247,3 milhões
2º – Palmeiras – R$ 224,8 milhões
3º – Grêmio – R$ 202,4 milhões
4º – River Plate – R$ 192,4 milhões
5º – Flamengo – R$ 189,9 millhões

2018

1º – Palmeiras – R$ R$ 347,1 milhões
2º – Boca Juniors – R$ 342,4 milhões
3º – Flamengo – R$ 341,2 milhões
4º – Grêmio – R$ 310 milhões
5º – River Plate – R$ 292,8 milhões

2019

1º – Palmeiras – R$478 milhões
2º – Boca Juniors  – R$440 milhões
3º – Flamengo – R$426 milhões
4º – River Plate – R$409 milhões
5º – Grêmio  – R$330 milhões

2020

1º – Flamengo – R$ 741,5 milhões
2º – River Plate – R$ 679,7 milhões
3º – Palmeiras – R$ 611,5 milhões
4º – Grêmio – R$ 595,8 milhões
5º – Boca Juniors – R$ 544,3 milhões

2021

1º – Flamengo (BRA) – R$ 863 milhões
2° – Palmeiras (BRA) – R$ 798,6 milhões
3° – River Plate (ARG) – R$ 767,2 milhões
4° – Boca Juniors (ARG) – R$ 635,2 milhões
5° – Atlético-MG (BRA) – R$ 544 milhões

Agora é preciso traduzir o valor do elenco no tricampeonato da competição. PRA CIMA DELES FLAMENGO!

SRN

Twitter: ds_fortunato

(Fontes: GE, Goal e Transfermarkt)