Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Primeiramente uma recusa e, agora, o Flamengo aceita oferta do Al Hilal e encaminha a venda de Michael para o futebol árabe. De acordo com o jornalista Venê Casagrande, o rubro-negro inclusive já comunicou ao Goiás, ex-clube de Micha, que deve receber uma porcentagem. Além disso, segundo o jornalista Guilherme Silva, esta segunda oferta pelo atacante do Fla é de R$ 60 milhões.

Dessa forma, o Flamengo lucra com a venda de Michael. Dono de 80% dos direitos do jogador, aproximadamente R$ 47 milhões ficam nos cofres rubro-negros. Enquanto em 2020, a diretoria do clube desembolsou uma quantia de R$ 39 milhões. Quase R$ 10 milhões de lucro.

Ainda conforme informação do jornalista do O Dia, a negociação está nos detalhes finais, com troca de minutas de contrato, restando apenas a assinatura do jogador. Michael tinha contrato até 2024 com o Flamengo e, agora, troca o Mais Querido pelo atual campeão da Liga dos Campeões da Ásia. Além disso, existe a expectativa que o técnico português Leonardo Jardim já utilize “Micha” no Mundial de Clubes, em fevereiro.

Por fim, Michael se despede depois da melhor temporada da carreira e terminando como o destaque individual do Flamengo. Foram 62 jogos, com 19 gols marcados, no total, sendo 11 deles no Brasileirão para o jogador de 25 anos. Revelação do Brasileirão em 2019 pelo Goiás, chegou no Mengo após um pedido de Jorge Jesus. Porém, depois da saída do português, teve dificuldade para se firmar com o manto sagrado. O mau momento, junto com as críticas, levaram o jogador que já foi dependente em drogas para uma depressão. Contudo,  foi mais uma dura batalha da vida que Micha venceu, contando com o apoio da família e do elenco rubro-negro, para se tornar o xodó da Nação Rubro-Negra.

Twitter: @Victor_Andrade4.