O ex-goleiro do Flamengo, Bruno, está sendo “procurado” pelos seguidores que o ajudaram numa vaquinha e compra de rifas que deveriam servir para o pagamento de parte da pensão que ele deve ao filho que teve com Eliza Samudio, modelo assassinada pelo ex-jogador.

De acordo com a avó do garoto, Sônia Moura, nenhum dinheiro foi depositado em sua conta. Com a vaquinha, criada pela mulher do goleiro, Ingrid Calheiros, Bruno conseguiu arrecadar cerca de R$ 18 mil, fora as rifas das camisas comemorativas do Flamengo que ele tinha em casa. A meta era juntar R$ 90 mil.

Até agora, Bruno fez apenas dois depósitos para o filho. Um de R$ 7.272 na conta de Sônia, e outro de R$ 9.755,56 em juízo. Há poucos dias, Oficiais de Justiça estiveram três vezes na casa de bruno, em Cabo Frio, na Região dos Lagos, e encontraram a residência toda fechada sem os carros na garagem. As informações são do site EXTRA.

 

Comentários do Facebook