O Flamengo venceu o São Paulo por 3 a 1 no Maracanã com um bom futebol dos meias da equipe, com destaque para Arrascaeta e João Gomes. A equipe sofreu poucos sustos com a equipe adversária e poderia ter saído com um placar mais amplo. Vamos às análises:

| Arão – Jogando mais recuado e de frente aos adversários, o camisa 5 faz uma função correta e com um bom passe construtor. Acredito que não retornará para a função de volante, o momento físico do Arão permite ele ser mais jogador como zagueiro. 7,0

| Rodinei – Cometeu erro de marcação no gol do SP, onde houve tbm um erro geral defensivo. O lateral não deveria estar marcando o centroavante adversário dentro da pequena área, mas a culpa vai cair sobre o lateral porque já é visado pela torcida. No geral? Não comprometeu! 5.0

| Thiago Maia – Fez uma partida mais equilibrada taticamente. Foi bem nos combates e recomposição, além de uma melhor performance técnica. 6,5

| João Gomes – Ótimo nos combates e muita raça em vestir o manto. João tomou conta do meio-campo e tem uma grande margem de crescimento com uma sequência entre os titulares. Tem jogado muito bem ao lado do Maia. Participou de 2 dos 3 gols do Fla. 8,5

| Lázaro – Outro cria do Ninho que brilhou. Lázaro deu mais uma assistência e se isolou como o garçom da equipe em 2022, já são 6 assistências na temporada e costuma ir bem quando acionado. 7,5

| Arrascaeta – O nível de atuação do Flamengo depende muito do camisa 14. Quando está bem, dificilmente a equipe não consegue construir de modo constante, hoje foi mais um exemplo. A equipe tem uma certa dependência ao uruguaio, mais uma grande atuação. 8,0

|Gabigol – Melhorou em relação às suas últimas atuações. Gabriel fez bem os famosos facões e também incomodou muito a zaga do São Paulo. Foi o 1° do artilheiro no torneio. 7,0

O Flamengo de hoje sofreu com os mesmos problemas desde o início do Paulo Sousa: a falta de compactação. Isso só vai melhorando com a medida que as escalações vão se repetindo e a equipe vai criando entrosamento. No demais, PS procurou não inventar nada além do que já foi mostrado.

Comentários do Facebook