Flamengo
Foto: Paula Reis / Flamengo

A situação entre Maracanã, Flamengo e Fluminense se torna cada vez mais delicada. Isso porque, as alterações nas regras da concorrência para concessão do estádio, realizadas pelo governo do Rio de Janeiro, não agradaram nem um pouco aos dois clubes. A que mais gerou incômodo entre elas, certamente foi a obrigação de todos terem direito ao mesmo valor de aluguel.

O Rubro-Negro entende que essas alterações dificultam cada vez mais a intenção de gerir o estádio. Não é de hoje que o Flamengo se incomoda com a interferência do Estado nas condições impostas pelo governo em relação ao Maracanã.

Vale lembrar, que a relação piorou com a utilização do Vasco para jogos da Série B, visto o contrato previa que o concessionário não poderia dar exclusividade a um clube ou discriminar comercialmente outro time no uso do local.

Na ocasião, contudo, Flamengo e Fluminense cobraram um valor maior de aluguel ao Vasco da Gama. O Cruzmaltino arcou com R$ 250 mil para ter direito de jogar no Maracanã, enquanto a dupla Fla-Flu paga R$ 90 mil. O novo edital prevê um preço isonômico para todos os clubes – o que desagradou bastante os atuais gestores.

Em suma, a pressão sobre Rodolfo Landim e a direção para o Flamengo ter seu estádio próprio, aumenta cada vez mais, inclusive na relação com a torcida, que já sonha com sua arena, que segundo o próprio Presidente do clube e reiterado por Marcos Braz, terá uma capacidade para 100 mil pessoas.

Twitter: @diego_alarconf

Comentários do Facebook