Conmebol volta a estudar mudança da final da Libertadores. Foto: Divulgação
Final da Libertadores acontece em outubro, no Equador. Foto: Divulgação

E a novela da final da Libertadores 2022 segue a todo vapor. Dessa vez, a Conmebol voltou a estudar uma mudança de local para o evento, que, a princípio, está marcada para acontecer em Guayaquil, no Equador, no fim de outubro. Porém, problemas de segurança podem fazer a final mudar de sede neste ano.

LEIA TAMBÉM: Oscar lamenta não ter conseguido fechar com o Fla: “Desejo muita sorte ao clube”

Isso porque, conforme o governo equatoriano, o clima de ‘guerra’ está instaurado no país por conta da atual gestão. Os índices de violência não param de subir, o que faz a organização da Conmebol repensar no local da final da Liberta.

A princípio, a data e o local seguem sendo o Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, no dia 29 de outubro. Contudo, o órgão responsável pela realização da competição continental mira outros dois prováveis locais: Colômbia ou Argentina.

Não é a primeira vez…

Essa não seria a primeira vez que a Conmebol trocaria a final da Libertadores de sede, faltando pouco para o grande evento. Vale recordar que em 2019, na decisão entre Flamengo e River Plate, a final estava marcada para acontecer em Santiago, no Chile, e teve que ser alterada para Lima, no Peru. A mudança aconteceu também por questões de segurança, já que o Chile passava por forte ondas de protestos contra o governo da época.

No entanto, toda a confusão não abalou o time do Flamengo, que saiu campeão em 2019. Agora, o torcedor aguarda com ansiedade a definição do estádio que sediará a grande final, e espera que o desfecho seja o mesmo que o de 3 anos atrás.

Se inscreva no canal do Urubu Interativo no YouTube!

Comentários do Facebook