Foto: Reprodução

A boa fase de Pedro pelo Flamengo, fez o jogador voltar a entrar no radar da Seleção Brasileira, que de fato, nunca saiu. Tite gosta muito do camisa 21, mas a falta de sequência impedia o atleta de ter as suas chances na seleção principal. Com Dorival, o artilheiro vem de bons jogos fazendo gol e dando assistências.

Pedro foi destaque dos 2 últimos grandes confrontos do Flamengo. Tanto no 7 a 1 contra o Tolima, fazendo 4 gols, quanto no 2 a 0 contra o Atlético-MG, dando 2 assistências,  mostrando um pouco do seu grande repertório para os dirigentes da seleção, que foram ver a partida.

A sequência que Pedro vem criando no Flamengo é o principal fator que anima a comissão técnica da Seleção. Além disso, as mudanças no regulamento da FIFA, que agora permite a convocação de 26 jogadores e 15 para o banco de reservas, permitiu que Tite ampliasse o leque de opções para as vagas do ataque e estudasse melhor os atletas que vêm desempenhando bons papéis em seus clubes.

Pedro soma duas passagens pela Seleção Brasileira, em 2018 e 2020, mas nunca teve espaço suficiente para mostrar seu talento, já que as escolhas de Tite priorizam outros atacantes, como Firmino e Richarlison. O jogador também já foi convocado para a vestir a amarelinha durante as Olimpíadas, no time comandado por André Jardine, mas não foi liberado pelo Flamengo na época.

 

Comentários do Facebook