Fabrício Bruno
Gilvan de Sousa/CRF

O Flamengo divulgou na tarde desta segunda-feira, o boletim médico do zagueiro Fabrício Bruno. O defensor sofreu uma lesão no pé esquerdo, muito comum no futebol americano e rara no futebol comum. O jogador não atua desde a final do campeonato estadual contra o Fluminense. Fabrício passou por cirurgia, realizada no último domingo, onde retirou um fragmento ósseo do pé.

Segue a nota oficial Rubro-Negra:

O Clube de Regatas do Flamengo informa que o atleta Fabrício Bruno passou por cirurgia no último domingo (15) para retirada de um fragmento ósseo no pé esquerdo. O procedimento foi realizado no Hospital Copa Star pela médica Verônica Vianna e acompanhado pelo Dr. Márcio Tannure. 
Ortopedista especializada em cirurgia do pé e tornozelo, Verônica Vianna explicou o procedimento realizado no atleta e destacou os resultados durante o tratamento conservador:
“O Fabrício Bruno teve uma lesão muito importante no ligamento do dedão do pé (hálux). É uma lesão grave e rara. Ele, porém, atendeu aos critérios do tratamento conservador. A lesão foi de grau dois para três, mas estável, o que não indicou a cirurgia. Foi a decisão do Departamento Médico do Flamengo e que concordei durante todas as avaliações. No decorrer do tratamento ele apresentou um outro ponto de dor, agora em cima do dedão. Realizamos um novo exame e vimos que o ligamento rompido na sola do pé estava em pleno processo de cicatrização e em clara evolução. A dor dele remetia ao pequeno fragmento ósseo que observamos. Fizemos então o ressecamento de forma cirúrgica para eliminar o fator responsável por essa dor e que não comprometerá a recuperação dele. O Fabrício não tem mais dor no ligamento, teve alta e seguirá o tratamento”, explicou a médica.
Gerente de Saúde e Alto Rendimento do Flamengo, o Dr. Márcio Tannure complementou e informou os novos passos na recuperação do atleta Rubro-Negro .
“O Fabrício permanecerá em casa durante a semana e retorna ao Clube para os trabalhos de fisioterapia na próxima segunda-feira (23). O prazo para que volte aos jogos do Flamengo está estimado em torno de dois meses, o que mantém o previsto antes mesmo da cirurgia. O tratamento evoluiu como todos os exames mostraram e entramos agora no último estágio do problema grave que ele sofreu”, encerrou.

 

 

Comentários do Facebook