Flamengo
Gilvan de Sousa/CRF

Mesmo com o Flamengo mais de olho nas finais da Copa do Brasil e da Libertadores, do que no Brasileirão, o time considerado reserva, comandado por Dorival Júnior, conseguiu vencer por 1 a 0 o Atlético-MG. A vitória foi sofrida, mas o rubro-negro suportou a pressão mineira em casa e conseguiu voltar a figurar entre os times que se classificam diretamente para a Libertadores.

RESUMÃO

Em um jogo bem morno, emoção foi o que pouco teve. Enquanto o Flamengo não foi com o que tinha de melhor para a partida do Campeonato Brasileiro já que tem final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira, o Galo colocou os principais jogadores em campo. Porém, mesmo com a volta de Hulk, não conseguiu furar a defesa rubro-negra. O time teve 10 escanteios e abusou da bola aérea, mas falhou em transformar as chances criadas em gol. Contudo, foi na bola aérea que o Flamengo chegou ao gol. No primeiro tempo, o zagueiro Fabrício Bruno lançou magistralmente na cabeça de Everton Cebolinha, que fez seu segundo gol com a camisa do Flamengo, e único na noite deste Sábado.

E agora?

Com a vitória e o adiamento da partida do Corinthians, o Flamengo sobe uma posição e é o terceiro colocado, com 55 pontos, dois a menos que o vice-líder Internacional, que ainda joga na rodada, contra o Botafogo.

Próximo Compromisso

Dorival e o Flamengo agora viram a chave para a final da Copa do Brasil. Isso porque na próxima quarta-feira, no maracanã, o rubro-negro pode levantar seu quarto troféu no torneio nacional. Para isso, tem que bater o Corinthians, às 21h45, por qualquer placar, já que a primeira partida, terminou empatada em zero a zero. Um novo empate, leva a decisão para os pênaltis.

Twitter: @diego_alarconf

 

Comentários do Facebook