Após a conquista da Libertadores, o brasileiro naturalizado Espanhol Diego Costa, do Atlético de Madrid, passou a ser lembrado pela diretoria do Flamengo como um dos nomes  para reforçar o elenco rubro-negro, mas a possibilidade de transferência de Costa para o clube carioca é praticamente deletada numa negociação de curto prazo por Armando Silva, agente do jogador.

Diego Costa: patamar salarial do jogador dificulta negociação com Flamengo Foto: Getty Images

“O futebol é imprevisível. Mas não acredito muito (em fechar uma negociação com o Flamengo), não para este ano”, afirmou Armando Silva.

O que dificulta a busca por um entendimento é dinheiro. Aos 31 anos, o jogador tem contrato até 2021 com o Atlético de Madrid e seu salário é  acima da realidade do futebol brasileiro. Seu rendimento mensal gira em torno de € 10 milhões por ano, quase o triplo do que recebe Gabigol atualmente.

O empresário menciona ainda que não há uma disposição por parte do espano Brasileiro de baixar de patamar salarial e tentar, desta forma, ficar mais próximo do Flamengo.

Internamente, os dirigentes rubro-negros também consideram um risco apostar em um investimento tão alto. O assunto foi tema de discussão recente entre a diretoria rubro-negra e os responsáveis pelo futebol do clube. E, desta conversa, não surgiu qualquer tipo de proposta para encaminhar ao jogador.

No momento, a prioridade dentro do clube seria a busca por outro nome da Europa, se possível em fim de contrato e mais interessado em um retorno ao futebol Brasileiro e não só atacantes, mas sim em outras posições também.

Comentários do Facebook