Flamengo
Photo by : Staff Images/ CONMEBOL

No último sábado, o Flamengo fez seu último jogo em 2022. Com isso, mais uma temporada se encerrou no Ninho do Urubu, e com saldo pra lá de positivo. Isso porque o clube conquistou a Copa do Brasil e a Libertadores da América. Agora, começa o planejamento para 2023, porém o rubro-negro quer resolver algumas “pendências” e dar logo o pontapé inicial no planejamento para a próxima temporada.

A princípio, com  Gerson já no Rio, a semana se inicia com a expectativa do ponto final na negociação para o retorno do volante. O Rubro-negro negocia com o Olympique, propondo a compra de 60% dos direitos do jogador por € 16 milhões, já com o abatimento dos € 6.5 mi que os franceses ainda ainda devem ao clube. Desta maneira, o investimento do Flamengo por Gerson seria de € 9.5 mi parcelados em quatro anos.

Além de Gerson, outro ponto na pauta rubro-negra é a renovação de Filipe Luis, que deve ser assinada nos próximos dias. O lateral aceitou a redução salarial e, sem muita dificuldade, as partes entraram em acordo até dezembro de 2023.

Outras duas renovações estão em pauta: David Luiz e Dorival Júnior. O Flamengo avalia uma proposta de aumento para a permanência do zagueiro. Enquanto isso, o técnico e o clube falam a mesma língua e o interesse é de dar continuidade ao trabalho vitorioso de 2022.

As únicas dificuldades mesmo ficam por conta dos laterais Rodinei e Ayrton Lucas. Enquanto não há um consenso pela permanência de Rodinei, a compra de Ayrton Lucas ganha força nos bastidores. Porém, o desejo não é simples, o Flamengo abrirá conversas com o Spartak de Moscou para negociar a redução dos 9 milhões de euros previstos no contrato.

Em 2023, o Flamengo disputará todas as competições possíveis no calendário: Carioca, Supercopa, Recopa, Mundial, Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão.

Twitter: @diego_alarconf

Comentários do Facebook