Braz
Reprodução

Os dois confrontos contra o Atlético-Mg pelas oitavas da Copa do Brasil, foram cheios de polêmicas, declarações e farpas de ambos os lados. Contudo, em campo, o Flamengo foi melhor e passou pelos Mineiros, se classificando para as quartas-de-final do torneio nacional. Após o confronto, Marcos Braz, Vice de futebol rubro-negro, foi perguntado sobre as atitudes dos dirigentes Atleticanos.

A princípio, Marcos Braz evitou provocar o adversário após a partida. Nesse sentido, em entrevista concedida na zona mista do Maracanã, o dirigente rubro-negro foi tranquilo, evitando mais polêmicas.

“Sobre as notas oficiais do Atlético-MG quem tem que responder sobre elas são os dirigentes do Atlético-MG. Não é porque o Flamengo ganhou o jogo hoje que eu tenho que fazer qualquer tipo de gracinha. A gente respeita todos os dirigentes do Atlético-MG. E respeitamos todas as ações do Atlético-MG em relação a CBF, Conmebol ou qualquer outra ação deles”,  disse Marcos Braz.

Vale ressaltar, que Nos últimos dias, a diretoria do Galo pressionou a CBF por causa da arbitragem. Além disso, o time mineiro chegou a cobrar uma punição a Gabigol por prometer um ‘inferno’ no jogo de volta após a primeira partida.

Twitter: @diego_alarconf

Comentários do Facebook