Wendel
Reprodução

A última janela de transferências foi uma das mais agitadas dentro do Flamengo. Isso porque o clube foi tanto as compras para reforçar o elenco, como atuou forte na venda de seus jogadores. Contudo, algumas “jogadas” da diretoria, acabaram não dando certo, como no caso do volante Wendel, que preferiu ficar no Zenit, da Rússia. Nesse sentido, o jogador explicou o motivo de ficar no time Europeu e ficou surpreso com a repercussão da sua negociação com o Flamengo.

“A decisão de ficar foi até por uma questão de gratidão. Sempre fui valorizado e muito bem tratado no Zenit, não me sentiria bem exercendo a cláusula de forma unilateral para sair. Conversamos, e eles ofereceram uma renovação, foi o melhor para todos naquele momento” disse o volante, em declarações ao GE. Ele ainda prosseguiu:

“O interesse do Flamengo me deixou muito feliz, e a repercussão foi muito grande. Era o tempo todo notificação no celular com o pessoal mandando prints e links de notícias, perguntando se eu estava indo mesmo, se era verdade… Meus representantes conversaram com o Flamengo e tiveram outras conversas também, não sei se posso falar os clubes, mas clubes gigantes de Itália e Inglaterra. Eu fiquei muito feliz com esses interesses”, concluiu.

Em suma, a não concretização da negociação com Wendel, acabou abrindo as portas do Flamengo para Erick Pulgar, que pertencia a Fiorentina, da Itália.

Twitter: @diego_alarconf

Comentários do Facebook