A ausência de Gabigol na convocação para Copa do Mundo 2022 gerou bastante revolta de torcedores e até profissionais da imprensa nas redes sociais. Houve até um boato sobre um desentendimento com Neymar, o principal jogador da Seleção Brasileira, como uma das razões da baixa na lista de Tite. A notícia, contudo, foi desmentida veementemente pelo camisa 10 da Canarinho.

 

— Esses dias saiu uma coisa, após a convocação, sobre o Gabigol, falando que eu não o convoquei (para a Copa do Mundo). Milhares de sites falaram sobre isso. Seria ao contrário. Eu seria o primeiro a falar para ele (Tite) levar o Gabigol. Sou amigo pessoal dele e acho ele um craque. Torço por ele. Gosto dele como jogador. Quando ele ganhou a Libertadores, falei com ele por vídeo. São coisas que inventam. É triste. Eu sou amigo pessoal dele. Torço por ele, gosto dele como jogador. Para mim, ele é um craque. Depois que eles (Flamengo) ganharam a Libertadores eu falei com ele por vídeo. São coisas que inventam sem sentido -, disse.

Comentários do Facebook