Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

No último domingo (11), o Flamengo se sagrou Bicampeão da Supercopa do Brasil, após bater o Palmeiras nos pênaltis por 6×5, depois de empatar em 2×2 no tempo regulamentar.

Após conseguir a virada com gols de Gabriel e Arrascaeta, o Flamengo levou o empate na metade do segundo tempo, quando Rodrigo Caio puxou a camisa de Rony, e o árbitro Leandro Vuaden, apontou penalidade. Em entrevista concedida para o Seleção Sportv, o zagueiro tentou justificar sua atitude.

“Eu acho que acabei me desequilibrando, eu acabo tentando colocar a mão nele pra sentir o lance e acabo me atrapalhando. No primeiro momento eu achei que só tinha puxado ele fora da área” Afirmou o defensor.

O zagueiro ainda reiterou que após rever o lance reconheceu que houve o puxão.

“Revendo o lance, vi que houve o puxão. Não sei se era um puxão suficiente para marcar a falta, mas isso no final é uma interpretação do árbitro” Completou Rodrigo Caio.

Mesmo após o pênalti cometido, Rodrigo Caio se redimiu do erro, o jogador bateu a cobrança decisiva que garantiu o bicampeonato para o Flamengo. Sendo assim, o mais querido mantém sua hegemonia e ainda é o único vencedor da Supercopa do Brasil.

 

Comentários do Facebook