Foto: Reprodução Internet

O artilheiro do Flamengo já demonstrou suas qualidades e o porquê de ser chamado de “Gabigol”. O atacante foi citado na manhã desta terça-feira, no programa Redação SporTV. O comentarista Aydano André, ao se referir ao jogador rubro-negro, disse que Gabigol já é maior que Adriano imperador, Romário e Bebeto, na história do Flamengo.

“O Gabigol já é maior, na história do Flamengo, que Adriano, Romário e Bebeto. Talvez não seja maior que o Nunes. Falando de conquistas, de importância, de tamanho. O Gabigol já fez muito mais que Romário, por exemplo. É muito maior que o Adriano, que é amado pela torcida do Flamengo. Que o Bebeto, que fez gol de título brasileiro”.

O comentarista também citou a idolatria que o atacante está recebendo tanto no Brasil, quanto fora do país e lembrou do momento em que Gabigol foi tietado pelas crianças na Colômbia, na partira contra o Júnior de Barranquilla, pela Libertadores.

“A idolatria do Gabigol é um fenômeno muito impressionante. Precisa ser estudada. Um menino colombiano chorando pelo Gabigol. Uma loucura”.

Desde 2019 no Flamengo, Gabigol já conquistou pelo clube os seguintes títulos: Libertadores (2019), Brasileiro (2019), Carioca (2019), Recopa Sul-Americana (2020) e Supercopa do Brasil (2020), além de ter sido artilheiro da competição nacional e da continental no ano passado.

Já Adriano foi campeão brasileiro pelo Flamengo em 2009. Conquistou também a Copa dos Campeões de 2001 e o bicampeonato carioca (2000 e 2001). Romário também foi bicampeão carioca pelo rubro-negro (1996 e 1999), faturou a Copa Mercosul de 1999, a Copa Ouro (1996) e a Copa dos Campeões Mundiais (1997). Já Bebeto foi campeão da Copa União (Brasileiro de 1987) e do Campeonato Carioca (1986).

Comentários do Facebook