Paulo Sousa
Marcelo Cortes/CRF

O Flamengo perdeu sua segunda partida seguida no Campeonato Brasileiro na noite desta quarta. O Rubro-Negro  perdeu por 1×0 para o Bragantino, em Bragança Paulista, jogando um futebol muito abaixo daquilo que o torcedor espera do elenco carioca. Nesse sentido, o pressionadíssimo e criticado treinador Paulo Sousa, falou sobre a derrota. Além disso, comentou sobre as avaliações sobre seu trabalho e dos pedidos para sair do clube.

“Há coisas que eu não posso controlar. Eu preciso gastar a minha energia para trabalhar com o grupo. Tudo aquilo que se comenta é algo que não posso controlar. Eu posso estudar os rivais e tomar decisões de forma para ganhar jogos.”

Sobre a partida em si, o Português declarou:

“Um gol que nasceu de um desvio do nosso homem, o Andreas. Há um desvio em direção ao gol. A partir daí, começa um domínio do Flamengo. O Bragantino teve muito mais capacidade”, disse o treinador, que continuou…

“Algo que precisamos melhorar é sermos mais rápido no último terço. Nós, na construção, tivemos bem, com Thiago (Maia) muito bem. Procuramos a nossa superioridade.”

Em suma, o treinador tem balançado cada vez mais no cargo. A torcida já perdeu a paciência com o treinador e a diretoria, que antes era firme sobre sua permanência no clube, hoje está dividida.

Paulo Sousa e o Flamengo tem pela frente mais um jogo fora de casa. Nesse sentido, o Rubro-Negro  vai a Porto Alegre, onde encara o Internacional, no sábado, às 21h, no Beira-Rio. Atualmente, o time carioca ocupa a 14ª colocação na tabela, com 12 pontos.

Twitter: @diego_alarconf

Comentários do Facebook