Marcos Braz-Bruno-Spindel-Flamengo-Justiça-Banco-Central
Foto: Paula Reis/CRF

O juiz da nona vara de execução fiscal do Rio de Janeiro, reconsiderou a decisão que obrigava penhora de R$ 127 milhões de receitas do Flamengo por dívida com o Banco Central. Assim, a Justiça reduziu para R$ 10.608.331,22 referentes as receitas de 2019. Desta modo, o Rubro-Negro está apto a receber as verbas que tem direito da CBF e das cotas de televisão.

Nesse sentido, o Mais Querido também volta ao mercado e busca realizar contratações para a temporada. Sendo assim, Marcos Braz e Bruno Spindel focam em três nomes específicos: Diego Rossi, Santos e Thiago Mendes. No entanto, o goleiro do Athletico-PR segue sendo o alvo principal.

Além desses atletas, o Flamengo deve retomar as negociações com o Manchester United, da Inglaterra, para finalizar a compra em definitivo de Andreas Pereira.