Com gols de Matheus França e Marinho, o Flamengo superou o Cuiabá por 2 a 1 e voltou a vencer como visitante no Brasileirão. O tento do camisa 31, no entanto, teve uma cena interessante durante a escolha do batedor.

Marinho, segundo batedor oficial, pediu autorização ao Vidal para cobrar o pênalti do Flamengo, aos 66. Enquanto decidiam em campo, a torcida pediu pelo chileno nas arquibancadas. Na sequência, Diego Ribas afastou o camisa 31 da área e entregou a bola a Arturo – que devolveu ao atacante quase imediatamente. O autor do gol explicou a confusão:

“Deyverson estava falando muito e o Diego pegou a bola e falou, vai para lá (para o Deyverson não te atrapalhar), deixa que eu seguro aqui, como nosso capitão e deu tudo certo”.

Comentários do Facebook