Conversa aconteceria ainda hoje, no Ninho do Urubu. Foto: Diego Alarcon
Conversa aconteceria ainda hoje, no Ninho do Urubu. Foto: Diego Alarcon

O STJ, na 6° Turma do Superior Tribunal de Justiça, negou o pedido de Habeas Corpus impetrado por Márcio Garotti, um dos denunciados pelo incêndio no Ninho do Urubu que vitimou dez jogadores da base Rubro-Negra, e manteve ação contra os acusados pela tragédia. A informação foi publicada no portal UOL Esportes.

O desembargador Olindo Menezes havia qualificado a denuncia oferecida pelo Ministério Público do Rio de janeiro e aceita pala Justiça estadual em janeiro de 2021 como “indigente”, mas foi voto vencido na sessão de ontem(7). A ministra Laurita Vaz havia feito um pedido de vista e votou contrariamente. Foi acompanhada por Rogério Schietti, Sebastão Reis Junior e Antônio Saldanha Palheiro.

Os réus do Clube de Regata Flamengo na ação são: Eduardo Bandeira de Mello, Márcio Garotti (ex-diretor de Meios); Marcelo Sá (engenheiro do Clube); Cláudia Pereira Rodrigues (NHJ Contêineres); Weslley Gimenes (NHJ); Danilo da Silva Duarte (NHJ); Fábio Hilário da Silva (NHJ); Edson Colman da Silva (técnico em refrigeração).

 

SRN

Sílvia Lima

LIVE do Portal Urubu Interativo nesta sexta-feira(10) às 20h, com Cleiton Carvalho, Mental Coach do atacante Rubro-Negro LÁZARO. Participe!

Comentários do Facebook