Dirigentes-Flamengo-Rodrigo-Caetano-Atlético-MG
Foto: Divulgação

O clima esquentou nos bastidores da Supercopa do Brasil e dirigentes do Flamengo não gostaram da sugestão de Rodrigo Caetano à CBF.  O diretor executivo do Galo propôs que a decisão seja em Belo Horizonte, pelo fato do clube mineiro ter conquistado o Brasileiro e a Copa do Brasil.

Nesse sentido, após a fala de Rodrigo Caetano, dirigentes do Mais Querido foram contatados e vieram às redes sociais para rebater. Cacau Cotta, diretor de relações externas e Luiz Eduardo Baptista, presidente do conselho de administração, comentaram sobre o discurso do executivo do Galo.

“Por isonomia, não pode ser no Rio de Janeiro e nem em Minas. Então, avisa a ele que quem tem desejo é grávida”, Cacau ao site ‘Coluna do Fla’.

“Ele não tem que desejar nada, o Rodrigo não tem que propor nada. É o regulamento. Não é o desejo do Flamengo e nem do Atlético. É a CBF que tem que decidir”, Cacau ao portal ‘GOAL’.

“Sobre a decisão do local da decisão da Supercopa, eu fico aqui pensando se fosse o Flamengo reclamando e não aceitando jogar em nenhum local e a CBF tolerando todo esse mimimi. O que o mundo falaria? É o que o Atlético tem feito, com a complacência da mídia em geral”, Bap através da rede social.

A CBF ainda não definiu o local da Supercopa do Brasil, que está marcada para o dia 20 de fevereiro. A entidade tem interesse de levar o duelo para o Nordeste, mais especificamente em Fortaleza. Porém, o Atlético-MG recusou, pois deseja que ocorra em São Paulo ou Minas Gerais.

Já o Flamengo, aceita as possibilidades oferecidas pela CBF. O único lugar que o Rubro-Negro não concorda é Minas. Dessa maneira, a entidade se agita nos bastidores para chegar a um acordo em comum com os dois clubes.

VEJA MAIS:

Medo da Nação? Rodrigo Caetano sugere que a decisão da Supercopa seja em Minas: “Queria em Belo Horizonte”

FERJ anuncia rescisão com Flow Sport Club após fala nazista

Baixa! Flamengo informa que Bruno Henrique é diagnosticado com lesão

Comentários do Facebook